sexta-feira, 20 de maio de 2011

Confira as questões da Prova de Sociologia do Segundo Bimestre





AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA – SEGUNDO ANO - P1 (SUBSTITUTIVA)



1. (IESP) Ao discorrer sobre ideologia, Marilena Chauí afirma que “(...) a coerência ideológica não é obtida malgrado as lacunas, mas, pelo contrário, graças a elas. Porque jamais poderá dizer tudo até o fim, a ideologia é aquele discurso no qual os termos ausentes garantem a suposta veracidade daquilo que está explicitamente afirmado”.
(CHAUÍ, Marilena. O que é ideologia. São Paulo: Brasiliense, 1981, p. 04).



I. O fundamento último do mundo capitalista não são interesses quaisquer, mas os interesses econômicos de classe.
II. Na maioria das sociedades capitalistas, as desigualdades são ocultadas pelos princípios ideológicos que afirmam a importância dos seguintes elementos: o progresso, o “vencer na vida”, o individualismo, a mínima presença do Estado na economia e a soberania popular por meio da representação.
III. Ideologia corresponde às idéias que predominam em uma determinada sociedade, portanto expressa a realidade tal qual ela é na sua objetividade.
IV. Uma pessoa pode elaborar uma ideologia, construir uma “questão” individual sem interferências anteriores e influências comunitárias para a sua sustentação. Assim, com base em sua própria ideologia, ela poderá refletir e agir em sua sociedade.



Considerando o fragmento do texto de Marilena Chauí e as afirmativas acima baseadas no conceito de ideologia para Karl Marx. Assinale a alternativa abaixo que apresenta apenas as afirmativas corretas:




a) I e III.
b) I e II.
c) II e IV.
d) Todas as afirmativas estão corretas.
e) todas as afirmativas estão erradas.


resposta: [B]




2. (PITÁGORAS) Dentre as frases a seguir, IDENTIFIQUE aquela que expressa a principal função das propagandas em uma sociedade de consumo.



a) Informar os consumidores acerca das virtudes dos produtos.
b) Divulgar o produto para atingir uma demanda já existente.
c) Esconder os problemas dos produtos.
d) Criar a necessidade de consumo do produto, alavancando assim a demanda.
e) Aumentar o consumo do produto através da divulgação da sua marca.



resposta: [D]




3. (UnB/CESPE) Com referência a ideologia, assinale a opção correta.



a) É um conjunto de ideias, valores, concepções ou opiniões acerca de pontos não-sujeitos a discussões.
b) Constitui, de acordo com Marilena Chaui, um corpo não sistematizado de representações e normas que nos ensinam a pensar e agir em sociedade.
c) Implica, em sua visão negativa, assumir que as diferenças de classe e os conflitos sociais são ocultos ou justificados em nome de uma sociedade justa e harmônica.
d) É para Marx, de tal maneira insidiosa, que somente aqueles que a utilizam como instrumento de dominação percebem o seu caráter ilusório.
resposta: [C]




4. (CNDL) Com base na observação da imagem, explique o que é sociedade de consumo.










resposta: A associação entre o modelo de produção em série, adotado pelas indústrias e as empresas de prestação de serviços caracterizam uma nova sociedade: a sociedade de consumo. Esse termo designa a atual sociedade moderna, urbana e industrial, dedicada à produção e aquisição crescentes de bens de consumo cada vez mais diversificados.




5. (UnB/CESPE) Quando se fala em ideologia como visão distorcida das relações sociais, forma alienada de ver a realidade, queremos mostrar, por meio do pensamento marxiano, que “a função principal da ideologia é ocultar e dissimular as divisões sociais e políticas, dar-lhes a aparência de indivisões e de diferenças naturais entre os seres humanos”. Quando Chaui refere-se a dar falsas aparências e dissimular relações sociais, ela, sobretudo, ressalta a concepção marxista de ideologia construída em cima principalmente de uma crítica às visões sobre o mesmo tema que tinham os jovens hegelianos. Marcelo Dorneles Michel. Ideologia e ocultamento no pensamento marxiano. Internet: http://www.ucpel.tche.br/


A partir desse texto, assinale a opção correta a respeito das ideias de Marx.


a) O conceito de alienação da produção refere-se apenas à ocultação dos lucros obtidos a partir da exploração do trabalho assalariado.
b) A alienação filosófica acontece quando o Estado representa os interesses da burguesia hegemônica.
c) A democracia representativa é instrumento de alienação das classes trabalhadoras, na medida em que o Estado representa apenas os interesses das classes dominantes.
d) A recuperação da condição humana só poderá ocorrer por meio da transformação e evolução contínua do capitalismo.
resposta: [C]


6. (UFRJ) De acordo com teóricos culturalistas, os motivos que governam nossas escolhas entre lojas e shoppings, marcas e grifes, estilos e gostos são:



a) metáforas psicológicas, do desejo, oníricas;
b) relações sociais de identidades, grupos, produtos;
c) instintos humanos, primitivos, inatos;
d) relações econômicas, necessidades, orçamentos;
e) relações de prestígio, estamento, poder.



resposta: [E]







7. (PITÁGORAS) “Não é a tecnologia que atende às necessidades, como os meios de comunicação de massas geralmente nos fazem crer, e, sim, as necessidades é que são criadas para atender à crescente população e à elaboração cada vez mais diversificada dos bens de consumo”.
Explique esta afirmação.

resposta: Para adquirir um bem, precisamos achar realmente importante possuí-lo. Nesse processo, a formação da opinião pública realizada pelos meios de comunicação, comandados por um número pequeno de pessoas que decidem o que vamos escolher, possuir e usar, colabora de forma vital para a criação de necessidades de uso de novos produtos. Esse processo de formação de opinião ocorre quando a opinião – que cada um possui como coisa exclusiva e genuína – é induzida, ou influenciada, pelos jornais, TV e outras formas de comunicação de massa.




Faça uma leitura atenta do texto a seguir. Depois, responda às questões 8 e 9.





IDEOLOGIA




Ideologia é outro dos conceitos básicos de Sociologia que tem várias origens e interpretações. Em Marx ela assume um caráter essencialmente negativo: é a falsa consciência. Para ele, ideologia é qualquer formulação teórica das relações sociais que não tenha por base a produção material. Em outras palavras, a ideologia para Marx é resultado da percepção incompleta do funcionamento da sociedade, o que faz com que tomemos como imprescindível uma ordem de coisas que não o é, acreditando ser original uma situação que é na verdade um efeito, uma conseqüência do estado de alienação em que se encontram os indivíduos. Só a consciência é capaz de apreender o que realmente determina a organização social, e a partir daí orientar a ação das pessoas. Outros autores preferem definir a ideologia de maneira mais genérica, como todo conjunto organizado e coerente de idéias que servem de parâmetros para a conduta individual ou coletiva. Toda ideologia implicaria portanto numa interpretação da realidade a partir de uma posição social específica, com o intuito de justificar as decisões que são tomadas a partir de lá. Em linhas gerais a ideologia é uma teoria que valoriza arbitrariamente algumas idéias em detrimento de outras, seguindo exclusivamente a perspectiva de seu formulador. Isto explica porque o uso do termo ideologia é mais freqüentemente usado no cenário político, onde as decisões e ações precisam ser sustentadas por argumentos fortes e consistentes. Quando dois partidos assumem posições diferentes ou mesmo conflitantes frente a um tema qualquer, geralmente isso ocorre por diferenças ideológicas entre eles. Cada partido tem um conjunto de valores e interesses que acredita ser mais desejável, tanto para seus membros para a população como um todo. A ideologia é um com freqüência um reflexo da ausência de consenso acerca de um problema. Onde as decisões não obedecem critérios claros e reconhecidos por todos, cada pessoa tende a se comportar seguindo as suas convicções, a sua maneira de ver o mundo. Surge a ideologia quando diversas pessoas se unem sob convicções comuns, e dão a estas uma formulação explícita. Nesta caso podemos classificar qualquer religião como uma ideologia, assim como doutrinas não religiosas tais quais o fascismo, o nazismo, o liberalismo ou o socialismo. São interpretações parciais da vida social que pretendem ser aplicadas a sua totalidade. A noção de ideologia pode ser entendida também como uma crença em valores específicos de um grupo, que respondam as questões enfrentadas por esse grupo na sua sobrevivência. É uma doutrina, um código de conduta. Em condições que tenha alguma liberdade de escolha, o indivíduo irá agir de acordo com os seus princípios, com o que considera bom ou ruim, o que limitará tanto os fins quanto os meios de sua ação. As ideologias estão portanto presente em todas as sociedades, podendo ou não ser conflituosas. Isto dependerá dos próprios ideais que ela contiver, e do contexto social em que ela se encontrar, isto é de sua interação com outros códigos de conduta presentes na sociedade em questão.



VOLTAIRE; DIDEROT, Denis; CHAUÍ, Marilena. Dicionário filosófico. São Paulo: Nova Cultural, 1988. Disponível em: http://mico.hdfree.com.br/texto_dicionario_politico.htm#ideologia



8. (PITÁGORAS) Explique o que é ideologia para Marx.
resposta: Em Marx, ela assume um caráter essencialmente negativo: é a falsa consciência. Para ele, ideologia é qualquer formulação teórica das relações sociais que não tenha por base a produção material. Em outras palavras, a ideologia para Marx é resultado da percepção incompleta do funcionamento da sociedade, o que faz com que tomemos como imprescindível uma ordem de coisas que não o é, acreditando ser original uma situação que é, na verdade, um efeito, uma consequência do estado de alienação em que se encontram os indivíduos.




9. (PITÁGORAS) Qual a definição mais genérica para ideologia?



resposta: Todo conjunto organizado e coerente de ideias que servem de parâmetros para a conduta individual ou coletiva. Toda ideologia implicaria, portanto, uma interpretação da realidade a partir de uma posição social específica, com o intuito de justificar as decisões que são tomadas a partir de lá.




10. (PITÁGORAS) Comumente ouvimos falar do modo de vida americano, o american way of life. Trata-se de um ideal muito difundido nos Estados Unidos, o qual estabelece a felicidade como resultado necessário do trabalho individual, que é recompensado com o acesso ao consumo de determinados bens. Sob o ponto de vista de certo marxismo, isso não passa de uma ___________ burguesa, a qual identifica no mercado a garantia de sustentação dos seus privilégios de classe.




INDIQUE a palavra que melhor completa o trecho lido.
a) Indústria cultural.
b) Conspiração.
c) Ideologia.
d) Percepção.
e) Alienação.



resposta: [C]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário