sábado, 28 de abril de 2012

Conheça as características do Taylorismo, do Fordismo e do Toyotismo


Saiba mais sobre Taylorismo, Fordismo e Toyotismo




Teste seus conhecimentos

1. (Uel) Em relação à Segunda Revolução Industrial (a partir de 1860) pode-se afirmar que a forma de produção em série (fordismo e taylorismo) propiciou
a) o surgimento de grandes indústrias e a geração de grandes concentrações econômicas que culminaram nos "holdings", trustes e cartéis.
b) a mecanização do setor metalúrgico, impulsionando a produção automotiva e a modernização e expansão dos transportes.
c) o desaparecimento dos pequenos proprietários rurais e a integração do trabalho do campo ao sistema capitalista desenvolvido.
d) a implantação definitiva das relações capitalistas ao desviar a acumulação de capitais da atividade comercial para o setor de produção.
e) o aparecimento de associações de operários em organizações trabalhistas com o fim de promover a destruição das máquinas.


resposta:[A]

2. (UFU) A divisão do trabalho e a mecanização complementam-se e reforçam-se mutuamente. (...) somente com a introdução da maquinaria, com seu ritmo constante, é possível realizar o sonho - ou o pesadelo - de uma administração exata do tempo e dos movimentos do operário, sem a onerosa necessidade de colocar um capataz e um cronometrador atrás de cada um."
ENGUITA, Mariano F. "Tecnologia e sociedade: a ideologia da racionalidade técnica, a organização do trabalho e a educação". In: SILVA, Tomaz T. da (org.) "Trabalho, Educação e Prática Social." Porto Alegre: Artes Médicas, 1991. p.235.

Tomando como referência a citação acima, podemos afirmar que
I - o Taylorismo, concepção produtivista desenvolvida por Frederick Taylor nos Estados Unidos, entre o final do século XIX e início do século XX, tinha como características o controle sobre os gestos e comportamentos do trabalhador, com o intuito de evitar o "desperdício de tempo" e a decomposição da produção em movimentos monótonos, causando tédio e idiotização do trabalhador.
II - o Fordismo, desenvolvido por Henry Ford, seguiu a trilha aberta por Taylor ao utilizar a linha de montagem na fabricação em massa de automóveis, ao fixar o operário em um mesmo posto, subordinando-o à máquina.
III - no mundo contemporâneo, a chamada "desindustrialização" - processo de utilização da microeletrônica para a criação de novos postos de trabalho - substituiu os antigos robôs, provocando a diminuição do desemprego, melhorando a distribuição de renda em países emergentes como o Brasil, e criando novas oportunidades de lazer aos trabalhadores.

Assinale
a) se apenas I e II são corretas.
b) se apenas I é correta.
c) se apenas II é correta.
d) se apenas II e III são corretas.
e) se todas são corretas.


resposta:[A]

3. (UFES) Em fins do século XIX e início do século XX, aplicou-se à emergente indústria norte-americana um método chamado de taylorismo, por causa do nome de seu idealizador, Frederick W. Taylor. NÃO era objetivo desse método
a) aumentar a produtividade e reduzir gastos na produção.
b) aperfeiçoar e otimizar as atividades na fábrica.
c) limitar cada operário à execução de uma única e repetitiva tarefa.
d) manter os costumes tradicionais e a autonomia do trabalhador em suas funções na fábrica.
e) racionalizar e controlar ao máximo o tempo do operário.


resposta:[D]

4. (Uel) "Os métodos tayloristas, quando extorquem o rendimento da mão-de-obra feminina, beneficiam-se do aprendizado das jovens relativo à habilidade manual, à meticulosidade, à diligência, qualidades adquiridas em primeiro lugar na família mas, em seguida, cultivadas nas próprias fábricas japonesas que oferecem, às suas operárias, cursos semanais de todas as artes domésticas, entre as quais a arte do arranjo de flores (ikebana); esse trabalho analítico, minucioso, de desestruturação-reestruturação das flores e das folhas de acordo com uma ordem rigidamente estabelecida parece ser uma preparação para o trabalho operário, uma introdução aos gestos dissociados, às tarefas fragmentadas requeridas pela organização científica do trabalho".
(HIRATA, Helena. "Nova divisão sexual do trabalho?" São Paulo: Boitempo, 2002. p.31.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, é correto afirmar:
a) O taylorismo foi introduzido na produção industrial japonesa com resultados desastrosos, em virtude da insubmissão das mulheres ao trabalho fabril.
b) Características culturais associadas às habilidades domésticas foram reapropriadas pelo sistema taylorista para potencializar o processo de produção.
c) O que distingue o método taylorista da arte da Ikebana é o processo de desestruturação-reestruturação, ausente no primeiro e presente no segundo.
d) A diligência, característica inerente à operária nipônica, é desconsiderada no contexto do taylorismo.
e) A introdução de procedimentos sem padronização e dissociados de uma ordem pré-estabelecida assegurou ao taylorismo a extorsão do rendimento da mão-de-obra feminina.


resposta:[B]

5. (UFU) Após a Revolução Industrial foram desenvolvidas diferentes formas de gerenciamento científico da produção, no interior do sistema capitalista, como o taylorismo, o fordismo e o toyotismo, as quais, entre as suas finalidades, objetivaram aumentar a capacidade produtiva e baratear os custos com mão-de-obra das empresas. Dentre as alternativas apresentadas a seguir, assinale apenas aquela que descreve corretamente as características das três modalidades de gerência científica anteriormente especificadas.
a) O taylorismo, o fordismo e o toyotismo são denominações clássicas para as posturas gerenciais adotadas respectivamente pela Volkswagen, na Alemanha; pela Ford, nos Estados Unidos; e pela Toyota, no Japão. Suas principais inovações estão associadas à ocupação dos postos gerenciais por executivos portadores de cursos superiores.
b) O taylorismo, desenvolvido pela Volkswagem na Alemanha, está associado à introdução da esteira rolante, enquanto as tecnologias desenvolvidas pelo fordismo e pelo toyotismo são patentes registradas, respectivamente, pelas empresas Ford (nos Estados Unidos) e Toyota (no Japão).
c) Taylorismo, fordismo e toyotismo são procedimentos gerenciais modernos que têm como principal finalidade motivar os trabalhadores para a produção, aumentando sua participação nos processos decisórios e nos lucros das empresas.
d) O taylorismo propôs a separação entre a concepção e a execução dos processos produtivos e a apropriação dos conhecimentos dos trabalhadores pelas empresas; o fordismo implementou a linha de montagem, buscando controlar o ritmo de trabalho mecanicamente e o toyotismo busca flexibilizar o sistema produtivo capitalista, ao capacitar as empresas para responder com agilidade e diversificação às demandas do mercado.


resposta:[D]

6. (UFG) Observe a imagem e o texto a seguir.
 
 
"Tempos modernos", filme de 1936, cuja temática ultrapassa a tragédia da existência individual e coloca em cena o conflito entre o homem e o taylorismo. 
BODY-GENDROT, Sophie. Uma vida privada francesa segundo o modelo americano. In: DUBY, Georges; ARIES, Philippe. "História da vida privada". V.3, p. 535. [Adaptado]. 

Considerando a imagem e o fragmento,
a) indique duas características do taylorismo;
b) explique o novo tipo de conflito sugerido no texto.

resposta:
a) Serão consideradas duas dentre essas características:
Frederick Taylor (1856-1915) concebeu o que se denominaria o “taylorismo”, que se caracteriza por:
• aplicação de métodos científicos para obter uniformidade na produção e reduzir custos;
• planejamento das etapas de trabalho (metodologia para o trabalho), visando ao aumento da produção;
• treinamento de trabalhadores para produzir mais e com mais qualidade;
• especialização do trabalho (o trabalho deve ser realizado tendo em vista uma seqüência e um tempo predeterminados para que não haja desperdício operacional);
• inserção de supervisão funcional e do planejamento de cargos e tarefas (todas as fases do trabalho devem ser acompanhadas, o que aumenta o controle sobre a atividade e o tempo de trabalho do operário);
• o fordismo (anos 20) é expressão prática da concepção taylorista.

b) a presença das máquinas e a necessidade do trabalhador de acompanhar seu ritmo para que se alcance o maior índice de produtividade provoca uma sujeição do homem à máquina, sujeição marcada pela repetição reflexa dos movimentos e pelo aparecimento de novas enfermidades ligadas ao espaço de trabalho. As seqüências do filme “Tempos Modernos” explicitam a crítica no que diz respeito à adequação corporal do trabalhador a esse novo mundo da produção, dominado pelas máquinas.



7. (UFU) Considere o texto a seguir e as afirmativas seguintes. O lançamento do automóvel Ford modelo T, em 1908, nos Estados Unidos da América, assinala o futuro da produção industrial como fruto da estandartização e do consumo de massa. Henry Ford, seu idealizador, pretendia criar um automóvel barato e, por isso, apoiou-se nos princípios do taylorismo que visava otimizar a cadência e os gestos do trabalho, unidos aos princípios da padronização de peças intercambiáveis. O modelo T foi um sucesso: em 1910 vinte mil automóveis foram fabricados ao preço unitário de U$ 850,00 e, em 1916, seiscentos mil ao preço unitário de U$ 360,00. Até que a produção se encerrasse em 1927, aproximadamente quinze milhões de exemplares saíram da linha de montagem.
I - O sistema de produção do Ford T baseava-se na utilização de máquinas-ferramentas, na diminuição do uso de mão-de-obra qualificada, no fluxo contínuo de produção, na fixação da jornada de trabalho de oito horas, no aumento dos salários.
II - A introdução do Ford T no mercado ajudou a gerar não apenas um novo modelo de produção, mas também, novos padrões de operários capazes de adquirir o produto do próprio trabalho, tornando-se modelos para a sociedade americana.
III - O sucesso do Ford T marca um momento de prosperidade e crescimento para uma sociedade que aceitou as normas impostas pelos interesses da indústria: consumo restrito e seletivo, trabalho cadenciado e em ritmo leve, com deslocamento do operário no interior da fábrica.
IV - O Ford T foi um símbolo da transformação no trabalho industrial. Os trabalhadores facilmente adaptaram-se ao seu novo ritmo e natureza. Esse carro foi, também, símbolo dos produtos industriais baseados em uma produção seletiva e padronizada que visava atender uma única parcela da sociedade.

Dentre as alternativas anteriores:
a) apenas I e II são corretas.
b) apenas I e III são corretas.
c) apenas II e IV são corretas.
d) apenas III e IV são corretas.


resposta:[A]

8. (Uepg) A economia capitalista apresentou diversos saltos tecnológicos, chamados de revoluções industriais, que se manifestaram no aparecimento da fábrica moderna, vinculada à utilização industrial da energia a vapor e à mecanização. Sobre este tema, assinale o que for correto.
(01) Em geral associados à segunda revolução industrial, desenvolveram-se o taylorismo e o fordismo, com um rígido controle do ritmo de trabalho nas empresas, que se tornam cada vez mais especializadas.
(02) Em virtude de sua expansão imperialista, a França foi o núcleo da primeira revolução industrial, deflagrada pelo investimento dos recursos obtidos com a exploração colonial.
(04) Através da organização operária, o anarquismo defendia uma ampla legislação social, assegurada pelo Estado.
(08) O aprofundamento da industrialização trouxe consigo as reivindicações do movimento operário por melhores salários e melhores condições de trabalho. 
(16) Capital, recursos naturais e mercado são aspectos essenciais da produção capitalista. Existe, porém, um quarto requisito, sem o qual essa produção não teria condições de existir: o controle sobre o trabalho.


resposta:1 + 8 + 16 = 25

9. (Uerj) Pelas características dos modelos produtivos do momento da 2ª Revolução Industrial, é possível afirmar que o fordismo absorveu certos aspectos do taylorismo, incorporando novas características. Essa afirmação se justifica, dentre outras razões, porque os objetivos do fordismo, principalmente, pressupunham:
a) elevada qualificação intelectual do trabalhador ligada ao controle de tarefas sofisticadas
b) altos ganhos de produtividade vinculados a estratégias flexíveis de divisão do trabalho na linha de montagem
c) redução do custo da produção associada às potencialidades de consumo dos próprios operários das fábricas
d) máxima utilização do tempo de trabalho do operário relacionada à despreocupação com os contratos trabalhistas


resposta:[C]


10. (Uerj) "Da Revolução Industrial até o auge do fordismo, que pôde ser facilmente atingido com energias fósseis, mas em cujo reverso se abre um abismo, passaram-se mais de 200 anos; um curto período de tempo, em que se gastaram recursos naturais fósseis resultantes de milhões de anos terrestres."
(ALTVATER, Elmar. "O preço da riqueza". São Paulo: UNESP, 1995.)

O texto acima expressa uma avaliação sobre a relação natureza / sociedade de grande importância para o planejamento das atividades humanas. A característica da dinâmica capitalista que traduz o alerta feito pelo autor está em:
a) A inovação da tecnologia determinou a disponibilidade de bens renováveis.
b) A mudança no padrão energético impediu a adoção de políticas de preservação ambiental.
c) O avanço da degradação ambiental conduziu à consciência do fim da sociedade industrial.
d) A utilização econômica dos recursos naturais superou o ritmo de renovação do meio físico.


resposta:[D]

11. (UFF) No século XX, dentre as características específicas da industrialização norte-americana, destacou-se o "fordismo", como processo de renovação da organização do trabalho e da produção.
Com base nessa afirmativa:
a) Informe o ramo industrial pioneiro na adoção do "fordismo".
b) Aponte uma característica desse processo de reorganização do trabalho e da produção.


resposta:
a) O ramo automobilistico, linhas de montagem da Ford.
b)  O fordismo se caracteriza por ser um método de produção caracterizado pela produção em série, sendo um aperfeiçoamento do taylorismo.


12. (Uerj) A posição central ocupada pela técnica é fundamental para explicar a atual fase do capitalismo em que se insere o pós-fordismo. Esta nova forma de organização da produção promove o seguinte conjunto de conseqüências:
a) retração do setor de comércio e prestação de serviços. ampliação de um mercado consumidor seletivo, diversificado e sofisticado
b) intensificação das estratégias de produção e consumo em nível internacional. redução do fluxo de informação e dos veículos de propaganda
c) redução da distância entre os estabelecimentos industriais e comerciais. acelerado ritmo de inovações do produto com mercados pouco especializados .
d) crescente terceirização das atividades de apoio à produção e à distribuição. elevados níveis de concentração de capitais com formação de conglomerados


resposta:[D]

13. (Uerj) Há um novo horizonte para as relações de trabalho, denominado por muitos como passagem do fordismo ao pós-fordismo, o que envolve mudanças em termos da combinação entre trabalho e desenvolvimento tecnológico. Uma afirmativa que caracteriza essa passagem ao longo do século XX está explicitada em:
a) os impactos tecnológicos, produzidos pelo pós-fordismo, indicaram uma revalorização do trabalho manual
b) o aumento da produtividade do trabalho, iniciado com o fordismo, manteve-se como princípio básico
c) a valorização da experiência humana de trabalho, reforçada pelo pós-fordismo, assumiu o primeiro plano
d) o trabalho informal, resgatado pelo fordismo, apresentou-se como a principal estratégia da organização fabril


resposta:[B]

14. (Uerj) 

 
O modelo de desenvolvimento do capitalismo e o correspondente elemento da organização da produção industrial representados neste trabalho de Warhol estão apontados em:

a) taylorismo - produção flexível

b) fordismo - produção em série

c) toyotismo - fragmentação da produção

d) neofordismo - terceirização da produção



Alternativa correta: (B)

Eixo interdisciplinar: Trabalho e Tecnologia

Item do programa: Relações de trabalho no mundo moderno

Subitem do programa: O desenvolvimento tecnológico e científico e as formas de organização do trabalho e de exploração e uso dos recursos do meio ambiente

Objetivo: Identificar o modelo fordista e uma de suas características.

Comentário da questão:

O modelo produtivo fordista correspondeu ao momento histórico do capitalismo em que se formou a sociedade de consumo de massa, na qual a maioria da população passou a ter amplo acesso ao consumo de bens e serviços. O auge desse processo ocorreu nas décadas de 1950 e 1960, contexto no qual se insere a obra de Andy Warhol, o que ajuda a explicar o consumo como um tema importante em seus trabalhos. Um elemento marcante do artista era a técnica da repetição, o que guarda correspondência com uma característica central do fordismo: a produção em série de produtos padronizados, tornando-os mais baratos e acessíveis à população.




15. (Uece) Marque a opção que indica os principais fatores da revolução econômica atual:
a) máquina a vapor, motor de explosão interna e eletricidade
b) Fordismo e Taylorismo como métodos de administração das empresas
c) informática, automação e gestão de qualidade total
d) monopólios estatais e privados, restrição ao comércio internacional e aumento das leis de proteção aos trabalhadores


resposta:[C]

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Saiba mais sobre os conflitos recorrentes no continente africano


África – conflitos recorrentes

Pio Penna Filho*

Alguns países africanos estão recorrentemente presentes na mídia internacional por não conseguirem solucionar ou encaminhar de forma mais satisfatória os seus conflitos, sejam internos ou externos. Dentre eles, gostaria de destacar, neste artigo, dois. O primeiro caso é o conflito que envolve Sudão versus Sudão do Sul. O segundo é a Guiné Bissau, um país de língua oficial portuguesa que recentemente ficou mais conhecido em Mato Grosso pelo lamentável episódio envolvendo o assassinato de um jovem guineense.
O Sudão do Sul nasceu em 2011 a partir de um desmembramento do Sudão. O nascimento desse novo estado africano foi visto por muitos como uma esperança para a solução de uma situação de conflito que vinha se arrastando há décadas e que expressava profundas diferenças entre o norte e o sul. Todavia, a esperança durou pouco, por mais que as autoridades locais, africanas e das Nações Unidas tenham se esforçado para criar uma dinâmica política que promovesse o entendimento, o desenvolvimento conjunto e a paz.
O fato é que o conflito entre o norte e o sul não foi resolvido com a criação do Sudão do Sul. Estamos assistindo agora a uma ameaça clara de guerra entre os dois estados, ou seja, o aumento na escalada de escaramuças militares em área de fronteira que pode levar a uma tragédia ampliada.
No caso específico do Sudão e do Sudão do Sul, o petróleo entra como ingrediente importante, mas não o único. As principais reservas petrolíferas estão localizadas no Sudão do Sul, mas o escoamento é realizado necessariamente pelo norte. Além disso, fronteiras mal definidas e desavenças e ambições políticas não solucionadas, compõe o pano de fundo do conflito. 
 

Enquanto o Sudão tem um governo liderado por um presidente processado pelo Tribunal Penal Internacional, inclusive com mandato de prisão expedido, o Sudão do Sul não conseguiu criar um governo de consenso e que conseguisse abrigar e harmonizar os interesses dos diversos povos que vivem em seu quase nada desenvolvido território, aliás um dos mais pobres do mundo.
A pobreza também é um dos maiores desafios da Guiné Bissau e uma enorme facilitadora da crise crônica guineense. Com uma base econômica frágil e com escassos recursos naturais que pouca atenção despertam no mercado internacional, a situação da Guiné Bissau é crítica.
Além dos problemas econômicos, a crise política parece insuperável. As elites locais – se é que podemos chamar os grupos que assumiram o Estado de elites – pouco compromisso tem com a sociedade. De toda forma, é importante dizer que nem sempre foi assim. O quadro político foi profundamente afetado pelas transformações ocorridas quando do fim da Guerra Fria, que levaram inicialmente a uma abertura democrática mas que foi logo sufocada pela intervenção dos militares, dando início a esse período extremamente conturbado na história recente do país.
O resultado foi uma sucessão de golpes de Estado e a virtual falência das precárias instituições criadas no curto período transcorrido desde a independência. Daí em diante a situação se agravou de tal forma que o país é hoje chamado de o primeiro narco-estado africano.
Enfim, Sudão, Sudão do Sul e Guiné Bissau são exemplos de um fenômeno que é a recorrência da violência que infelizmente marca a história e a política recente de partes do continente africano.






* Professor do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (UnB) e Pesquisador do CNPq. E-mail: piopenna@gmail.com

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Confira uma aula de Sociologia


 Dica de Sociologia para o ENEM


Entender os fenômenos sociais é imprescindível para quem vai prestar o Enem. Por isso, o Prof. Carlão dá dicas aos estudantes para que entendam melhor esta ciência. Neste vídeo ele fala sobre a origem e princípios da Sociologia com objetivo de estudar a sociedade. O Professor ainda ressalta os principais pensadores que estudaram temas sociológicos, abordando suas principais linhas de pesquisa e obras. Confira e prepare-se para o Enem.

 

Confira a avaliação de Sociologia (segunda chamada do segundo bimestre)


TERCEIRA SÉRIE

1. (PITÁGORAS) Leia o trecho a seguir de matéria publicada na Folha Online de autoria de João Carlos Magalhães e Márcio Falcão, em 26/10/2011.

Senado aprova projeto de lei que cria Comissão da Verdade

O Senado aprovou, na noite desta quarta-feira, o projeto de lei que cria a Comissão da Verdade, grupo governamental que investigará e narrará as violações aos direitos humanos ocorridas entre 1946 e 1988 – incluídas as da ditadura militar.
O Congresso manteve o texto enviado pelo Executivo no ano passado, permitindo uma tramitação rápida e sem debates, como queria o governo. Agora, ele irá para a sanção da presidente Dilma Rousseff.
O projeto aprovado pela Câmara no mês passado segue o exemplo de dezenas de outros países que também passaram por transições de ditaduras para democracias.
No Brasil, essa será a terceira comissão a revisitar os acontecimentos do regime militar e a primeira criada na era petista.

Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/poder/997321-senado-aprova-projeto-de-lei-que-cria-comissao-da-verdade.shtml .
Acesso em 06/11/2011.



A matéria relata a aprovação de um projeto para criar uma comissão que investigará fatos ocorridos no país relacionados à violação de direitos humanos.


O Brasil, como é um Estado federativo, tem como característica

a) a falta de quórum para as votações de projetos de lei.
b) a divisão desigual de poder entre o Legislativo e o Executivo, gerando atritos políticos prejudiciais ao país.
c) o bicameralismo, onde os projetos de lei são discutidos e votados na Câmara dos deputados e no Senado.
d) o extremismo entre direita e esquerda, onde a esquerda se ocupa do Executivo e a direita do Legislativo.
e) o desacordo entre estados e federação no que diz respeito às verbas governamentais.

resposta da questão 1:[C]

2. (PITÁGORAS) Comumente, associamos a política apenas àquilo que se dá nos altos escalões do Estado. Todavia, política é uma coisa, Estado é outra. O Estado é uma instituição cujo funcionamento podemos observar com clareza, conhecemos seus oficiais e podemos identificar seus limites geográficos. Com a política, as coisas são diferentes. Para o cientista político mineiro Fabio Wanderley Reis, ela consiste na administração dos problemas da vida em conjunto. Isto é, sempre que estamos com mais pessoas e algum problema de convivência surge, precisamos de alguma forma resolver os impasses e questões. Praticamos, assim, a política em seu melhor sentido.


Assumindo essa concepção de política, podemos afirmar que todas as alternativas abaixo caracterizam situações onde surgem problemas políticos, EXCETO:


a) Toda a família se reuniu à mesa para discutir o orçamento da casa, pois algumas dívidas surgiram.
b) Ela ficou muito zangada quando viu a jovem furando fila. Logo chamou-lhe a atenção: “Ei, existe uma regra que se aplica a todos: é preciso respeitar a fila.”
c) Aquele senhor precisou correr para não ser atropelado, pois um motoqueiro tinha ignorado a faixa de pedestres.
d) O parlamentar discursou durante duas horas na tentativa de convencer seus adversários a darem seu apoio ao projeto.
e) Ele passou horas tentando consertar seu computador, sem obter sucesso.

resposta da questão 2:[E] 

 
3. (PITÁGORAS) As eleições no Brasil são noticiadas, por vezes, como a "festa da democracia". Essa expressão faz mesmo muito sentido. Devemos sempre nos lembrar que o voto direto é uma conquista muito recente. Até poucos anos atrás, por exemplo, os governadores dos estados eram indicados pelo presidente da República, não eram escolhidos pelos cidadãos.

A consulta popular é a forma pela qual a população escolhe aqueles que vão compor os principais cargos dos poderes Legislativo e Executivo.

Assinale a afirmativa que INDICA o nome dessa forma de organização do Estado.

a) Democracia direta.
b) Democracia representativa.
c) Democracia participativa.
d) Democracia deliberativa.
e) Ditadura popular.

resposta da questão 3:[B]

4. (PITÁGORAS) Complete o parágrafo com a alternativa ADEQUADA.

O texto da questão anterior, de José Murilo de Carvalho, contempla uma das mais importantes formas de participação política, o voto. Este que é, decerto, um dos principais fundamentos das democracias contemporâneas. No entanto, trata-se de apenas uma das possíveis formas de participar da vida política de uma comunidade. A todas as outras chamamos de ____________________.

a) participacionismo
b) atitudes democráticas
c) atividades participativas
d) participação não-eleitoral
e) participação cidadã

resposta da questão 4:[D]

5. (PITÁGORAS) Assinale dentre as opções a seguir aquela que contém, respectivamente, as mais altas, hierarquicamente, instituições dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

a) Ministério da Casa Civil, Presidência do Senado, Tribunal Superior Eleitoral.
b) Ministério da Fazenda, Presidência da Câmara Federal, Ministério da Justiça.
c) Presidência da República, Senado, Ministério da Justiça.
d) Presidência da República, Presidência do Senado, Supremo Tribuna Federal.
e) Presidência da República, Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal.

resposta da questão 5:[D]

6. (PITÁGORAS) Vai acontecer uma eleição para presidente, deputado federal, senador, governador e deputado estadual. Você será um dos candidatos.

a) Escolha a qual cargo você gostaria de se candidatar e explique por que você escolheu esta função.


b) Explique para que serve a função que escolheu.

c) E para os outros cargos, quais são as funções de cada um? Explique.

resposta da questão 6:
a)  Resposta pessoal. Possível: Presidente.
Por ser o cargo mais importante do país.
b)  Resposta pessoal. Possível: Serve para administrar o país.
c) Deputado estadual e federal, junto com os senadores, legislam o estado e o país, ou seja, constroem as leis. Os governadores administram os estados para o qual foram eleitos.

7. (CNDL) Observando a sua comunidade próxima, relacione as diversas formas de exercício da cidadania nela presentes e mencione os novos instrumentos tecnológicos que tornam possível a efetivação dessa participação.

resposta da questão 7:
 
Resposta pessoal. Possibilidade de resposta: participação em associação de moradores, envolvimento com o grêmio estudantil da escola. Participação nas eleições tanto votando, como propagando a ética no voto.

8. (CNDL) Observe a imagem.
 
 
O poder da mídia: um quarto poder. In: http://contextoshistoricos.blogspot.com/2011/04/cndl-colegio-notre-dame-de-lourdes.html acesso em 30 abr 2011.

a) Explique o que caracteriza a Imprensa como o quarto poder?



b) Alguns intelectuais argumentam que a Imprensa não é mais o quarto poder, como já fora em outras épocas. Você concorda? Justifique sua resposta.

resposta da questão 8:
a) Graças ao senso cívico dos meios de comunicação e à coragem de jornalistas audaciosos, as pessoas dispunham deste “quarto poder” para criticar, rejeitar e resistir, democraticamente, às decisões ilegais que poderiam ser iníquas, injustas e até criminosas para com pessoas inocentes. Dizia-se, muitas vezes, que era a voz dos sem-voz.
b)  Preocupados, acima de tudo, em ver triunfar seu gigantismo – o que obriga a adular os outros poderes -, estes grandes grupos deixaram de ter como objetivo cívico o de ser um “quarto poder”, assim como deixaram de denunciar os abusos contra os direitos ou de corrigir as disfunções da democracia para polir e aperfeiçoar o sistema político. Não pretendem se apresentar como um “quarto poder” e, menos ainda, como um contrapoder.

9. (PITÁGORAS) A partir dos seus conhecimentos sobre o três poderes da República brasileira, responda às questões.

a) Qual a importância da autonomia dos três poderes? Justifique sua resposta.

b) O que você entende por equilíbrio entre os três poderes? Justifique sua resposta.

resposta da questão 9:
a) A existência de três poderes e a ideia de que haja um equilíbrio e uma descentralização entre eles, de modo que cada um dos três exerça um certo controle sobre os outros.
b) Equilíbrio quer dizer que não há preponderância de um poder sobre o outro.

10. (PUCRS) Por não-verdade é preciso entender (...) todas as formas e todos os níveis de ausência, de recusa e de desprezo da verdade: mentira propriamente dita, informação parcial e deformada, propaganda sectária, manipulação dos meios de comunicação e outras ainda.
(Papa João Paulo II)

Considerando os acontecimentos recentes veiculados pelos meios de comunicação no Brasil - propaganda eleitoral, escândalos políticos, conquistas econômicas e sociais, etc. - como avaliar, à luz das palavras de João Paulo II, o que lemos e ouvimos a respeito de nosso país, a fim de que possamos exercer uma cidadania consciente?
Reflita sobre essa questão e apresente o seu ponto de vista, fundamentando-o com dados da realidade, a partir desta proposta:

Verdades e mentiras a respeito de um país chamado Brasil e do povo que nele habita.

 resposta da questão 10:

Reflexão pessoal do aluno.


Questões extras

1. (Mackenzie) "Votar é essencialmente um direito, não um dever. Ninguém deve ser obrigado a escolher representantes. A todo cidadão deve ser garantido o direito de se fazer representar nas instâncias executiva e legislativa. Quem não se vale desse direito está simplesmente abrindo mão de um valoroso instrumento para o exercício da cidadania. Deve, pois, arcar com os efeitos dessa omissão."
("Folha de São Paulo")

Assinale a alternativa correta sobre o trecho anterior.
a) Está pressuposto que todas as pessoas, se pudessem, não votariam.
b) O voto tem de pertencer mais ao universo do dever, do que ao universo do querer e do saber.
c) Votar é circunstancialmente um direito, mas indubitavelmente um dever.
d) Está pressuposto que alguns só votam por obrigação.
e) O cidadão que é alheio a seus próprios direitos deve permanecer isento de quaisquer ônus decorrentes dessa alienação.

resposta da questão 1:[D]

2. (CNDL) "(...) [Cidadania] é uma palavra usada todos os dias e tem vários sentidos. Mas hoje significa, em essência, o direito de viver decentemente.
Cidadania é o direito de ter uma ideia e poder expressá-la. É poder votar em quem quiser sem constrangimento. É processar um médico que cometa um erro. É devolver um produto estragado e receber o dinheiro de volta. É o direito de ser negro sem ser discriminado, de praticar uma religião sem ser perseguido.
Há detalhes que parecem insignificantes, mas revelam estágios de cidadania: respeitar o sinal vermelho no trânsito, não jogar papel na rua, não destruir telefones públicos. Por trás desse comportamento, está o respeito à coisa pública.
O direito de ter direitos é uma conquista da humanidade. (...)"
(Gilberto Dimenstein. O CIDADÃO DE PAPEL. São Paulo: Ática, 1993.)

Tendo por base o texto de Gilberto Dimenstein apresente alguns direitos que o exercício pleno da cidadania pode nos oferecer.

resposta da questão 2:
O exercício pleno da cidadania pode nos oferecer nossos direitos políticos, sociais e civis. 


3. (Unicamp) "(...) O shopping center Rio-Sul - o primeiro a ser construído na cidade do Rio de Janeiro - foi invadido por um grupo de 130 pessoas formado por sem-teto, favelados, estudantes e punks. Os manifestantes, com esta invasão pacífica, inauguraram uma forma nova de protesto."
(Adaptado de "Folha de S. Paulo", 05/08/2000.)

a) Relacione essa manifestação ao exercício da cidadania e às formas de organização espacial das cidades contemporâneas.

b) Além do shopping center, cite outro exemplo de segregação socioespacial no meio urbano. Justifique sua resposta.

resposta da questão 3:
a)  Na organização espacial das cidades contemporâneas tende –se a segregar os mais pobres. Ou seja, a segregação espacial acompanha a segregação social. Pode ser realizada de forma direta ou indireta, erguendo-se barreiras visíveis ou não, delimitando-se territórios, impedindo-se o acesso aosgrupos socialmente excluídos. Selecionam-se espaços privilegiados para a localização das habitações e das atividades consideradas mais sofisticadas. Os Shopping-centers – templos do consumo –são locais emblemáticos relacionados aos apelos da sociedade de consumo. Localizam-se nas áreasmais valorizadas para atender a uma demanda das classes mais abastadas. Na implantação dessesenclaves, um dos mais elementares direitos dos cidadãos é desrespeitado – o de ir e vir sem constrangimentos  – principalmente por serem espaços públicos. Por ali circulam pessoas de alto emédio poder aquisitivo, e a aparência exigida pela sociedade de consumo, que funciona como passaporte para o livre-acesso. Assim, os direitos constitucionais do cidadão  são substituídos pelacapacidade do poder aquisitivo para o consumo. Este fato fica evidente quando cruzamos a distribuição dos grupos sociais e o zoneamento da infra-estrutura urbana nos territórios da cidade.
A  invasão ocorrida significa um protesto  à organização espacial segregacionista. Reafirma osanseios dos mais pobres por cidadania – ideologicamente confundida com consumismo. O protestoé contra o uso privilegiado do espaço público, uma vez que nos bairros de origem dos pobres  hátodo tipo de carência de infraestrutura, sendo-lhes negado o acesso às condições mínimas de vidaurbana que fundamentam o exercício da cidadania.
 
b) - A organização de moradias em condomínios fechados: bairros residenciais de classes mais abastadas que proliferam pelas grandes cidades brasileiras e são verdadeiras fortificações contra o mundo exterior (considerado inseguro). Representa a auto-segregação de grupos privilegiados economicamente, sob a alegação de segurança e qualidade de vida.
- As áreas privadas de lazer: com o abandono do espaço público pelo Estado e pelos grupos mais privilegiados, áreas de lazer privadas passaram a representar a opção de restritos grupos sociais com alto poder aquisitivo (privatização de praias, ilhas, margens de represas, e mesmo praças públicas cercadas, com acesso controlado).

Confira a avaliação de Sociologia (segunda chamada do segundo bimestre)


AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA
SEGUNDA CHAMADA
 
SEGUNDA SÉRIE

1. (Uel) De acordo com K. Marx, uma situação semelhante à descrita no texto, em que trabalhadores isolados em suas tarefas no processo produtivo “não percebem seus colaboradores na mesma obra, nem tem ideia dessa obra comum”, é explicada pelo conceito de:
a) Alienação.
b) Ideologia.
c) Estratificação.
d) Anomia social.
e) Identidade social.

resposta da questão 1:[A]

2. (PITÁGORAS) Avalie as afirmativas a seguir acerca dos meios de comunicação.

I – A televisão é o segundo meio de comunicação de massa mais difundido no Brasil, perdendo apenas para a mídia escrita.
II – A pobreza é um dos limitadores do acesso aos meios de comunicação.
III – Segundo estudiosos dos meios de comunicação, as propagandas e demais programas culturais transmitidos são desconsiderados como objetos de consumo, mas apenas meios para se fomentar o consumo de bens de mercado.

ASSINALE se

a) todas as afirmativas estiverem incorretas.
b) apenas II estiver correta.
c) apenas II e III estiverem corretas.
d) apenas I e III estiverem corretas.
e) apenas I e II estiverem corretas.

 resposta da questão 2:[C]

3. (PITÁGORAS) Assunto: A concentração dos meios de comunicação

Reflita sobre a matéria abaixo, de maio de 2009.
Brasil lidera pesquisa de preocupação com concentração na mídia

A sondagem – encomendada pelo Serviço Mundial da BBC e feita pelas empresas de pesquisa GlobeScan e Synovate – avaliou a opinião de 11.344 pessoas por meio de um questionário. Segundo o levantamento, 80% dos brasileiros se mostram preocupados com a propriedade das companhias de mídia e acreditam que esse controle pode levar à 'exposição das visões políticas' de seus donos no noticiário.
Entrevistados de outros países também compartilham da mesma opinião, como no México (76%), nos Estados Unidos (74%) e na Grã-Bretanha (71%) [...].
Segundo pesquisadores brasileiros, essa preocupação popular tem razão de ser. Afirmam eles que cerca de 8 famílias concentram em suas mãos o controle sobre mais de 80% dos meios de comunicação de massa do país.

Fonte: BBC


a) Você acredita que o controle da informação que circula pelos meios de comunicação pode oferecer algum risco ao cidadão comum?
 
b) Que risco é esse?

c) Na sua opinião, o que pode e deveria ser feito para remediar os problemas da concentração da mídia?

resposta da questão 3
 
O controle da informação por pequenos grupos compromete sobremaneira a confiança daquilo a que se tem acesso. Naturalmente, esses meios de comunicação não procurarão a própria ruína. Pelo contrário, procurarão assegurar seu lugar na ordem social, e, na medida em que lhes for facultado, tentarão aumentar a sua participação no mercado cultural. Assim, são grandes as chances de que uma parcela das notícias veiculadas omita certas perspectivas, ou apenas apresente-as de forma parcial.

De forma mais emergencial, e no intuito de assegurar a qualidade das informações que consumimos, é importante diversificarmos as nossas fontes de notícias. Atualmente, os blogs são uma ótima ferramenta para tal. Ademais, é importante que sejam levadas a cabo mudanças estruturais de democratização dos meios de comunicação. Tal processo envolveria mais transparência e justiça no sistema de concessões de rádios e televisão, bem como o fomento na criação de veículos públicos de informação cultural.

4. (UEL – 2006) O misterioso da forma da mercadoria reside no fato de que ela reflete aos homens as características sociais do seu próprio trabalho, como características objetivas dos próprios produtos do trabalho e, ao mesmo tempo, também da relação social dos produtores com o trabalho total como uma relação social existente fora deles, entre objetos.

(Adaptado: MARX, Karl. O Capital. São Paulo: Nova Cultural, 1988. p. 71.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, é correto afirmar que, para Marx:

a) As mercadorias, por serem objetos, são destituídas de qualquer vinculação com os seus produtores.
b) As mercadorias materializam a harmonia presente na realização do trabalho alienado.
c) Os trabalhadores, independentemente da maneira como produzem a mercadoria, são alijados do processo de produção.
d) As mercadorias constituem-se em um elemento pacificador das relações entre patrões e trabalhadores.
e) A mercadoria, no contexto do modo capitalista de produção, possui caráter fetichista, refletindo os aspectos sociais do trabalho.

resposta da questão 4:[E] 

 
5. (G1) Um dos conceitos mais importantes da obra de Karl Marx é o de ideologia. Em relação a ele, é correto afirmar que:
a) a ideologia seria a representação fiel da realidade, por estar intimamente vinculada às condições sociais de produção;
b) a divisão entre o trabalho manual e intelectual levou ao fim da ideologia;
c) a ideologia, quando promovida pelos intelectuais, seria algo abstrato, pois se partia das ideias e não da prática, da vida real;
d) a ideologia era um elemento que possibilitaria o fim da luta de classes e o surgimento do socialismo;
e) o processo histórico seria determinado pela ideologia, que teria por base a formação econômica, política e social das sociedades humanas.

resposta da questão 5:[C]

6. (PITÁGORAS) Faça uma relação dos meios de comunicação que você conhece e destaque aqueles que são utilizados pela indústria cultural.

resposta da questão 6:
Televisão, rádio, internet, jornais, revistas, etc.

7. (CNDL) Explique o significado de sociedade de consumo.

resposta da questão 7:
A associação entre o modelo de produção em série, adotado pelas indústrias e as empresas de prestação de serviços caracterizam uma nova sociedade: a sociedade de consumo. Esse termo designa a atual sociedade moderna, dedicada à produção e aquisição de mercadorias diversificadas.

8. (CNDL) Defina o que vem a ser industrial cultural.
 
resposta da questão 8:
 Indústria cultural é o nome genérico que se dá ao conjunto de empresas e instituições cuja principal atividade econômica é a produção de cultura, com fins lucrativos e mercantis. No sistema de produção cultural, encaixam-se a TV, o rádio, os jornais e as revistas, entretenimento em geral; que são elaborados de forma a aumentar o consumo, modificar hábitos, educar, informar, podendo pretender ainda, em alguns casos, ter a capacidade de atingir a sociedade como um todo. 

9. (CNDL) A partir de um livro de Marilena Chauí intitulado "O que é Ideologia?", alguém resumiu o conceito de alienação da seguinte forma: "A função principal da ideologia é ocultar e dissimular as divisões sociais e políticas, dar-lhes a aparência de indivisão e de diferenças naturais entre os seres humanos. Indivisão: apesar da divisão social das classes, somos levados a crer que somos todos iguais porque participamos da idéia de "humanidade", ou da idéia de "nação" e "pátria", ou da idéia de "raça", etc. Diferenças naturais: somos levados a crer que as desigualdades sociais, econômicas e políticas não são produzidas pela divisão social de classes, mas por diferenças individuais de talentos e de capacidades, da inteligência, da força de vontade maior ou menor, etc.


Com base no texto e em seus conhecimentos

a) Explique qual a principal função da ideologia.

b) Apresente uma definição genérica do conceito ideologia.
 
 resposta da questão 9:
 
a) O papel principal desempenhado pela ideologia é ocultar e dissimular as divisões sociais e políticas, dar-lhes a aparência de indivisão e de diferenças naturais entre os seres humanos.

b) De forma genérica, ideologia é todo conjunto organizado e coerente de ideias ques servem de parâmetros para a conduta individual ou coletiva. Toda ideologia implicaria portanto uma interpretação da realidade a partir de uma posição  social específica, com o intuito de justificar as decisões que são tomadas a partir de lá.
 
 
10. (PITÁGORAS) "Só um forte movimento de massas poderá reverter o controle que a mídia exerce sobre a informação no Brasil." Comente essa afirmação, comparando-a aos conhecimentos adquiridos até aqui.

resposta da questão 10:

Faz-se necessário uma grande mobilização popular para que os indivíduos conquistem seus direitos fundamentais da cidadania: emprego, casa, saúde, educação de qualidade. Isso só será conseguido com muita luta, pois o governo, os empresários no Brasil querem uma mídia alienante. Eles fazem de tudo para mantê-la assim, a fim de não perder o seu domínio sobre a economia e seus privilégios.


Questões extras

1. (G1) A noção de ideologia, tal como formulada por Marx, pode ser definida como sendo a  lógica social imaginária de ocultamento da realidade histórica.
(Chauí, M. Convite à filosofia)

Com base na citação acima, é CORRETO afirmar que a ideologia:
a) mostra a presença da luta de classes na sociedade capitalista.
b) oculta a origem da sociedade nas relações de produção.
c) a sociedade burguesa produz a representação da imagem real do Estado originado do contrato social entre homens livres e iguais.
d) procura incentivar e apoiar a práxis política dos trabalhadores.

respostada questão 1:[B]

2. A noção de ideologia, tal como formulada por Marx, pode ser definida como sendo a lógica social imaginária de ocultamento da realidade histórica.
(Marilena Chauí)

Com base na citação acima, é CORRETO afirmar que a ideologia:
a) oculta a origem da sociedade nas relações de produção.
b) evidencia a presença da luta de classes na sociedade.
c) a sociedade burguesa produz a representação da imagem real do Estado originado do contrato social entre homens livres e iguais.
d) procura incentivar e apoiar a práxis política dos trabalhadores.

resposta da questão 2:[A]

3. (UFUB) Quanto ao conceito de indústria cultural, é correto afirmar que:

I – A indústria cultural produz bens culturais como mercadorias.

II – O objetivo da indústria cultural é estimular a capacidade crítica dos indivíduos.
III – A indústria cultural cria a ilusão de felicidade no presente e elimina a dimensão crítica.
IV – A indústria cultural ocupa o espaço de lazer do trabalhador sem lhe dar tempo para pensar sobre as condições de exploração em que vive.

Assinale a alternativa correta:

a) II, III e IV estão corretas.
b) I, II e III estão corretas.
c) I, III e IV estão corretas.
d) I, II e IV estão corretas.
e) II e III estão corretas.

resposta da questão 3:[C]